Segunda-feira, 29 de Janeiro de 2007

António Matos - 61 anos - Ref. Forças Armadas - Estarreja

Os artigos expressos neste blog não reproduzem a posição do Movimento. Trata-se apenas de um espaço de difusão de várias correntes de opinião quer do Sim ou do Não.

PELO SIM

Em meu entender o referendo do próximo dia 11 de Fevereiro não deveria realizar-se. A assembleia da república tem competências para resolver o problema. Todavia, uma vez que chegámos a este ponto julgo ser meu dever dizer alguma coisa sobre este assunto.

            Vou votar sim. Estou cansado do terror de mulheres quando se vêem perante a hipótese duma gravidez não desejada. Voto sim porque penso que não é lícito a uma qualquer religião impor uma forma de estar a uma mulher não crente. Voto sim porque estou cansado de hipocrisias. Quando se trata de nascituros com deficiência a lei permite a interrupção da gravidez até às 24 semanas, isto é, praticamente seis meses. Onde estavam os defensores da “vida” quando isto foi aprovado?!... Onde estão os defensores da “vida” quando vemos homens, mulheres e crianças assassinados em série por poderosas máquinas militares?!...

            Enfim, uma mulher não faz um filho sozinha. Porém, quando toca a penalizar uma interrupção de gravidez é ela que sofre todas as consequências do acto. Voto sim porque as mulheres não podem continuar a ser tratadas como criminosas. Voto sim porque votar não é votar nos homens machistas irresponsáveis.

 

 

António Matos de Almeida

Estarreja

61 Anos

Reformado das Forças Armadas


Publicado por mdl às 23:01
Link do artigo | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

. todas as tags

.Links

.Arquivos

. Julho 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.Links

SAPO Blogs

.subscrever feeds